O que é?

A Orientação Psicológica Online é uma ferramenta válida, reconhecida pelo Conselho Federal de Psicologia (CFP) e que oferece apoio, por um período breve, para a pessoa que está passando por uma dificuldade de ordem psíquica. O atendimento pode se estender a até 20 sessões, deve ser realizado exclusivamente por um psicólogo credenciado pelo CFP e não se trata de psicoterapia, pois se atem a questões pontuais. No caso de uma demanda mais séria ou grave, o paciente é sempre orientado a encontros presenciais com o seu Psicólogo.

Toda e qualquer informação fornecida durante a orientação psicológica pelo paciente é mantida em sigilo, conforme  regulamenta o Código de Ética do Psicólogo vigente no Brasil. 

Vale ressaltar que Verônica trabalha preferencialmente com sessões presenciais, mas não dispensa a possibilidade da orientação online nos casos onde o paciente tenha dificuldades mais sérias em comparecer pessoalmente.

A quem se destina?

 

A maiores de idade ou adolescentes, devidamente autorizados pelos pais ou responsáveis, que tenham dificuldade em comparecer a sessões presenciais.

Acontece frequentemente nos seguintes casos:

  • Pessoas que morem em cidades pequenas ou com oferta limitada de profissionais da Psicologia

  • Ex-pacientes, que se mudaram ou não de cidade, e desejem manter um acompanhamento 

  • Brasileiros que morem, ou se encontrem momentaneamente, fora do Brasil

  • Pessoas com dificuldades de locomoção, cadeirantes, pacientes de home care, etc.

Quem pode se beneficiar com a orientação psicológica?

 

O atendimento poderá beneficiar, por exemplo, pessoas nas seguintes situações:

  • Sofrimento provocado por conflitos emocionais, perdas (separação, morte), ansiedade aguda, depressão leve ou média, com ou sem causa aparente

  • Dificuldades sociais ou de relacionamento com parceiro (a), família, amigos ou colegas de trabalho

  • Falta de concentração e/ou motivação no trabalho ou nos estudos

  • Conflitos existenciais, busca de sentido na vida ou no mundo, sentimento de inadaptação, falta de propósito

  • Profissionais ou estudantes que desejem melhorar seu desempenho  

  • Pais que desejem orientação para lidar com questões educacionais e/ou emocionais dos filhos

  • Desejo em explorar melhor a própria sexualidade

  • Desejo de acompanhamento para trabalhar com metas pessoais ou profissionais

  • Desejo de trabalhar-se psicologicamente a partir dos sonhos

  • Desejo de entender e mudar os próprios padrões de comportamento disfuncionais

  • Suspeita de abuso de substâncias psicoativas (álcool, cafeína, taurina, canabióides, opióides, sedativos, etc) em si ou em familiares

  • Suspeita de abuso ou assédio sexual

  • Sobrepeso associado a ansiedade ou depressão; desejo de acompanhamento psicológico no emagrecimanto